domingo, 31 de março de 2013

O LARGO DA MISERICÓRDIA...




Este, era um belo postal de Penafiel. Eu disse era,  porque já não é. Rasgaram-no de cima abaixo. Este espaço mais conhecido por Largo da Misericórdia, porque toponimicamente é Largo Padre Américo, está completamente desfigurado. Para ilustrar a destruição deste adro da Igreja da Misericórdia deslocaram para lá a estátua do fundador da Casa do Gaiato. Associaram à desfiguração desta paisagem, esta grande figura penafidelense. A calçada à portuguesa desapareceu, sendo substituída por enormes pedras de granito, tornando este local mais cinza, mais frio, mais longe do coração dos penafidelenses. Nem o Padre Américo se sente feliz aqui, porque ao contrário do local onde se encontrava, no meio de um jardim, agora esta cercado de pedra e automóveis. Se queriam dar mais visibilidade ao “Pai dos Pobres, deveriam escolher outro local mais de acordo com a sua vida e obra , porque este largo deveria chamar-se Largo Padre Amaro Moreira,  um padre que custeou a construção desta igreja no século XVII. Não foi feita justiça a este sacerdote natural  de Mondim de Basto. Não foi esquecimento, foi ignorância e agora o Padre Américo é que sofre as consequências do mau ambiente ali criado.

Texto publicado
hoje no JN

sexta-feira, 29 de março de 2013

OS INSULTOS...



Eis dois pequenos exemplos de reacção a meus comentários no face book:

“O caro amigo afinal você afinal é contra tudo e contra todos, tem aqui uma oportunidade de participar num debate alargado, sobre ideias em concreto e nada. Se tiver algumas ideias melhor força, Para escrever só por escrever...Enfim!
Mário Magalhães 07/03/13


“O meu espaço (mural)  - como qualquer meio de comunicação social - tem uma linha editorial que eu, evidentemente, controlo na qualidade de gestor do espaço. E, nessa linha, não cabe o insulto e o radicalismo bacoco. Para isso os radicais têm o seu próprio espaço e, quem quiser, vai lá ler. Tão simples...
Rodrigo Lopes 20/03/13


Para começar a minha narrativa, como disse José Sócrates, devo dizer ao Sr. deputado Mário Magalhães que eu não sou contra tudo e contra todos. É falso. Eu sou a favor de Penafiel e o Sr. é que é  contra esta cidade. Basta ver o que este executivo camarário de que o Sr. fez parte e apoia, está a fazer em Penafiel.
Em relação ao Dr. Rodrigo Lopes, a sua narrativa também não colhe. É falsa. Eu não insulto ninguém. Admito alguma contundência nas minhas palavras, porque elas reflectem a minha revolta contra o que se está a passar em Penafiel no que diz respeito à regeneração urbana que o Sr. apoia de corpo inteiro.

Mas aqui e agora vou fazer um intervalo na minha boa educação e vou usar o insulto para vos qualificar a vós e a todo o resto do executivo camarário penafidelense. Aqui vai o chorrilho de epítetos que vos assenta muito bem:  “destruidores”, “desmemoriados” “predadores”, “políticos” “gastadores” “yes mans”, “descalçadores”  e “esbanjadores”. Chega? Para uma Câmara à bordalesa, acho que sim...
São estes os insultos que consegui arranjar. Lembrei-me de “bacocos”, mas este insulto é um dos que Rodrigo Lopes mais gosta de atirar a que não pensa como ele. Também me surgiu o insulto “pacóvios”, mas este está na posse de Alfredo de Sousa para atacar os bairristas penafidelenses. Ocorreu-me um, este sim, é de  usar na lapela: FORASTEIROS. Sim vocês são uns FORASTEIROS. E isto porquê? Porque Rodrigo Lopes não é natural de Guilhufe, nem Mário Magalhães é de Irivo, Antonino de Sousa não é de Peroselo, Alberto Santos não é de Paço de Sousa. Alberto Clemente não é de Penafiel. Já Paula Teles e Adolfo Amílcar são respectivamente de Arouca e Mirandela. Repito, vocês são FORASTEIROS e este é o maior insulto que consegui arranjar. Vocês não são de cá. São alheios a Penafiel. As provas disso estão bem à vista de olhos.
Se estavam à espera de insultos como “FDP” por exemplo, tirem o cavalinho da chuva.  Vocês não merecem. Porque  FDP não é qualquer um. FDP sou eu, porque sou Filho De Penafiel...  

quarta-feira, 27 de março de 2013

ESTACIONAMENTO PAGO



O PADRE AMÉRICO CONTINUA A TOMBOS. DEPOIS DA DESLOCALIZAÇÃO DA SUA ESTÁTUA PARA O LARGO DA MISERICÓRDIA, COM CARROS E GRANITO À SUA VOLTA, É AGORA O PARQUE DE ESTACIONAMENTO DO HOSPITAL COM O SEU NOME, A SER PAGO, COMO SE VÊ PELO TIQUÊ. PELAS MINHAS CONTAS DEVE SER 3 EUROS POR HORA. AGORA IMAGINEM O CENÁRIO QUE ACONTECE TODOS OS DIAS: UMA PESSOA VAI ACOMPANHAR UM DOENTE E ESPERA LÁ NO HOSPITAL 6 OU 7 HORAS. É SÓ FAZER AS CONTAS. COITADOS DOS DOENTES, COITADO DO PADRE AMÉRICO QUE LHE ASSOCIARAM UMA MEDIDA FASCISTÓIDE. GOSTAVA DE VER O EXECUTIVO CAMARÁRIO PREOCUPADO COM ESTAS COISAS, E NÃO COM A BRINCADEIRA QUE ANDAM A FAZER NO SAMEIRO...

sábado, 23 de março de 2013

A PLACA...


Cá está a placa que foi escondida durante a cerimónia de inauguração das obras de remodelação das Piscinas Municipais. Penso que ficaria melhor cravada numa parede. Esta placa contém um defeito de somenos importância. Se tivessem retirado o nome Luís a Marques Mendes, a frase cabia na mesma linha e ficaria mais equilibrada. Mas pronto, foi reposta uma "ilegalidade" política...

sexta-feira, 22 de março de 2013

FOME EM GUIMARÃES?


POBRES EM GUIMARÃES? FOME NA CIDADE BERÇO? ENTÃO NÃO FOI ESTA CIDADE CAPITAL DA CULTURA NO ANO PASSADO EM QUE SE GASTOU MAIS DE CEM MILHÕES DE EUROS? É MENTIRA. EM GUIMARÃES NÃO PODE HAVER FOME NEM POBRES. O QUE É QUE ESTÁ LÁ A FAZER O D. AFONSO HENRIQUES?

Foto do JN

quarta-feira, 20 de março de 2013

DEZ ANOS...


Foi há dez anos que este gangue invadiu o Iraque. Estes quatro criminosos mataram muita gente e hoje andam por aí impunes, gozando o sol e o dinheiro que ganharam com tal vilania. Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, não viu armas de destruição maciça no Iraque, mas viu um cargo político à medida do crime que ele praticou à revelia de todo o mundo, inclusive a ONU. Dez anos, parece que ainda cheira a sangue...

A PORTA PEQUENA...


Tirando os carros que aqui estão estacionados no lado esquerdo da foto, digam lá, se este Largo da Misericórdia não era mais bonito do que como está agora? Ó Sr. Presidente da Câmara de Penafiel, que grande disparate que o senhor fez. Penafiel lamenta esta grande perda. Era uma belo postal de Penafiel, agora rasgado.
Eu sei que ando sempre a falar no mesmo. Que falo muitas vezes do mesmo assunto. Mas mais grave é algumas pessoas não falarem e fazerem muito mal a Penafiel de uma só vez. O senhor presidente da Câmara já foi homenageado, até por aqueles que estão contra a destruição urbana. Mas esses não passam de indigentes, não são gente, são rodapés dos seus discursos. Prepare-se para sair pela porta pequena, porque é essa que o senhor merece...

segunda-feira, 18 de março de 2013

ANTONINO DE SOUSA...


Encontrei esta foto hoje mesmo à qual tirei outra foto. Já tem seguramente dez anos. Foi uma reunião do CDS em Penafiel, creio que no Pavilhão das Feiras. Esteve presente, que me lembre, Paulo Portas e João Almeida. O Dr. Antonino de Sousa disse a determinada altura da sua intervenção uma coisa assim: " Os vinte anos de governo do PS em Penafiel deixaram a cidade cinzenta"
Não venho agora em defesa do PS. Venho apenas recordar o que foi dito e comparar com o estado actual da nossa cidade. De que cor está a cidade? Azul? Verde? Vermelha? Amarela? Não, nada disso. Mas está mais cinzenta que nunca. Basta olhar as fotos que não mentem.  O que terá a dizer o candidato da direita à Câmara Municipal de Penafiel?






AS PLACAS...



No sábado passado à tarde, como já disse na mensagem anterior, eu fui à inauguração das obras de beneficiação das piscinas municipais. Quis o acaso que eu fosse, porque o que me fez lá ir foi a placa de inauguração de 1993, do tempo de Justino do Fundo como presidente da Câmara Municipal, que me tinham dito que já lá não estava. Eu até nem sabia destas obras  e muito menos da festa da sua inauguração. 
Eu cheguei lá e perguntei a várias pessoas se sabiam onde estava escondida a tal placa do Justino. Ninguém me soube dizer. Então decidi ficar mais algum tempo até se dar início à cerimónia de inauguração da remodelação das Piscinas das Lages, para depois eu poder tirar uma foto à nova placa. Quando o Sr. Presidente da Câmara Alberto Santos, durante o seu discurso, abordou o problema da placa desaparecida, eu fiquei a pensar: Como é que o Sr. Presidente se foi lembrar da placa, de Justino do Fundo, de  Marques Mendes, etc.? É muita coincidência.
Para mim, Alberto Santos foi avisado antes da cerimónia de que alguém estava ali a tentar descobrir o "tesouro escondido". Então ele muito "simpaticamente" disse que a placa estava na posse do empreiteiro das obras de beneficiação das piscinas e que durante a semana ela iria ser reposta no seu lugar. Claro que foi avisado. Como é que uma simples placa iria fazer parte do seu importante discurso?

As duas fotos  em cima relacionadas com o pavilhão Fernanda Ribeiro, marcam o estilo de dois presidentes. Descubram as diferenças...

sábado, 16 de março de 2013

AS PISCINAS DE PENAFIEL...




Mais uma placa. É verdade. Desta vez eu estive presente. Hoje liguei para as Piscinas Municipais de Penafiel a perguntar o que era feito da placa da inauguração deste equipamento no tempo de Justino do Fundo, creio que em 1993. A menina que me atendeu não sabia de nada. Mas fiquei a saber que hoje mesmo se ia inaugurar as obras de remodelação das mesmas piscinas municipais. Então resolvi lá ir à procura da tal placa de 93 e sai-me a de 2013. A placa do tempo de Justino não estava. Disse o presidente da Câmara que durante a semana iam recolocá-la.
Não aceito esta falha. É uma falha tremenda, que só acontece quando as pessoas andam cegas com as inaugurações, de obras de restauro, de beneficiação, e de lançamentos de sei lá o quê. Devo dizer que aquilo está melhor, como se vê na foto do meio. Mas também não entendo o desmazelo que a foto de baixo mostra. Afinal de contas mostram uma "senhora" de camisa lavada com a saia rota? Não tenho resposta para isso.  Eu não fui à procura dos defeitos. Eu fui à procura de uma placa que não estava no seu lugar. Mais uma vez Justino do Fundo a ser desconsiderado...

quinta-feira, 14 de março de 2013

A PRAÇA DOS TÁXIS...

Os carros de praça, já viraram para o lado que de facto é o melhor. Eu pergunto: que razão levou os responsáveis da nossa edilidade a virá-los ao contrário há tempos? Apeteceu-lhes brincar aos carrinhos, como brincaram às florzinhas junto ao chafariz do largo da MISERICÓRDIA...

AMORES PERFEITOS...


A Câmara Municipal, numa atitude parecida com aquela quando colocou papa-chiclets nos passeios, plantou aqui flores. Só que elas já desapareceram. Isto de facto não é importante. Mas pareceu-me uma atitude de quem não tem mais nada que fazer ou pensar. Flores aqui porquê? E as pedras? Porquê estas já gastas, feias e sujas? Porque não colocaram iguais às outras? Parece que andam a brincar aos jardinzinhos. Há quem diga que foram as pombas que comeram as flores. Se calhar foram. E depois? Se não queriam que as comessem, não as plantavam ou mandavam matar as pombas a tiro e depois até faziam em vez de uma lampreiada, uma pombada. Não acham? Eu acho. Meus caros senhores e senhoras da Câmara já não há "amores perfeitos"...

SINAIS DOS TEMPOS...


Aqui está uma foto do Antony que nos mostra um Sameiro diferente do actual. Penso que antes das actuais obras, esta zona  estava melhor. Sinais dos tempos...

quarta-feira, 13 de março de 2013

COISAS PERDIDAS...


Esta história da Regeneração Urbana, faz-nos remeter para outros passados. Eu pela minha parte, não ando obcecado pelo que está a acontecer em Penafiel, no que diz respeito à falta de respeito que neste momento um punhado de pessoas tem por esta terra. Eu não sou saudosista, não passo a minha vida a olhar para trás. Mas que nos últimos tempos, tenho-me socorrido de algumas imagens para comparar o que era Penafiel em décadas anteriores e o que é neste momento, sim é verdade.  Claro que em 50 anos, Penafiel melhorou muito, especialmente nas condições de limpeza, salubridade, conforto, higiene, mas tenho muitas dúvidas se melhorou em termos paisagísticos. 
O fotógrafo Antony deixou-nos um espólio de fotografias que nos deixam a olhar o que era esta terra e o que é hoje. Não são saudades desse passado. Não nada disso. Antigamente era porcaria por todo o lado. Ainda me lembro daquela Avenida Nova, que depois se chamou Rua de Camões e agora é Faião Soares, nós brincávamos no meio dos esgotos que corriam a céu aberto. Tudo em terra, em lama. Não posso dizer, nem devemos afirmar que antigamente é que era bom. Não vamos por aí. Mas há que abrir os olhos e constatar que há hoje coisas que estão muito piores que há 50 ou 60 anos. Por isso é que eu volta e meia venho com o tema da actual regeneração para lamentar algumas coisas perdidas. Só isso...

terça-feira, 12 de março de 2013

O CAFÉ DA SOCIEDADE...


Eu queria voltar a falar do dia 3 de Março e da entrega de medalhas honoríficas as certas individualidades desta terra, algumas de duvidoso merecimento, como já vimos e discutimos aqui e no meu blogue. 
Como se sabe o jornal "Notícias de Penafiel", hoje uma sombra do que foi no passado, graças à manipulação ideológica de que tem sido vítima neste últimos dez ou doze anos, por parte de alguns políticos sem escrúpulos e muito dinheiro no bolso, foi condecorado com uma medalha. E foi porquê? Primeiro porque serve os interesses políticos deste executivo camarário, depois por ter cinquenta anos de vida. como se isso bastasse para ir para casa com uma medalha ao peito. É verdade, meus amigos a ética anda arredia nestas paragens. Isto para dizer o quê?
Para dizer que, a minha bisavó Guilhermina já tinha dez anos quando o Café da Sociedade abriu as portas pela primeira vez. Pois é. O Café Sociedade já tem mais de 150 anos de vida e nunca poder político algum o viu como uma referência desta cidade. Nunca tiveram uma menção para com este "porto de abrigo" que fica ali no coração da cidade. Não houve uma medalha para esta relíquia do passado que hoje ainda não se vendeu para dar lugar a um escritório de advogados, uma agência bancário ou coisa que o valha. Digo isto bem alto para muitos ouvirem: O CAFÉ DA SOCIEDADE MERECIA UMA MEDALHA DA CIDADE, coisa que alguns já levaram por dizer umas balelas e engraxarem bem os sapatos dos outros...

domingo, 10 de março de 2013

O JARDIM DO SAMEIRO...



Esta paisagem é o ex-libris de Penafiel. Lá em cima a saudar todo o mundo, ergue-se o Santuário do Sameiro. E o Sameiro é testemunha do que aqui quero dizer. Estão a destruir esta paisagem lindíssima desta cidade com quase 250 anos. Parte do lago já desapareceu. Esta verdura e as palmeiras foi um ar que se lhes deu. Vão fazer obras de regeneração. Dizem que “vai ficar melhor do que o que estava”, mas não é verdade. Uma regeneração não é destruir o que está bem. Uma regeneração é reparar algo que esteja degradado ou decadente. Será que o jardim do Sameiro como está, necessita que gastem nele quase dois milhões de euros? Dizem que vão prolongar o lago através de uma linha de água terminando num espelho de água. A meu ver, não se justifica uma obra destas. Em Penafiel ignora-se que na vida há pelo menos dois parâmetros pelos quais qualquer cidadão se deve reger, que é o bom gosto e o bom senso. Ou será que o espelho de água vai servir para lavar as chávenas de dois cafés que ali há perto: o Centopeia e o Royal?

Publicado hoje no JN

A ESTÁTUA DO PADRE AMÉRICO...


Ó senhores da Câmara à bordaleza, vejam bem esta beleza. É uma estátua portuguesa com certeza. Era isto que vocês pretendiam? Na foto de baixo o Padre Américo está cima de um carro. Vejam lá o que lhe fizeram. Sempre a mudar de sítio, francamente. Já não há pachorra!... 

sexta-feira, 8 de março de 2013

SER DO CONTRA...

Ontem, o Sr. deputado Mário Magalhães no facebook, disse que eu era contra tudo e contra todos. Eu acho que não é bem assim. Vamos ver:

Eu era a favor de umas quantas árvores que aqui existiam. 
Eles foram contra. Cortaram-nas...

 Eu era a favor da continuidade deste quiosque. 
Eles foram contra. Foi abaixo...

 Eu era a favor da continuidade da estátua do Padre Américo na Praça da República. Eles foram contra. Mudaram-na...

 Eu era a favor do jardim do Sameiro como estava, porque estava bem. Eles foram contra. Arrasaram o jardim...

 Eu era a favor da calçada à portuguesa. Eles foram contra. Substituíram-na por calhaus...

Eu era a favor deste passeio, junto à Câmara Municipal. 
Eles foram contra. Foi destruído...

 Eu era a favor do Largo da Misericórdia como estava. 
Eles foram contra. Foi arrasado...

Dr. Mário Magalhães, afinal quem é contra e quem é a favor? Eu posso ser de facto contra muita coisa, mas o senhor e sua coligação que governam esta terra, são contra Penafiel...

quinta-feira, 7 de março de 2013

ZEFERINO DE OLIVEIRA...

Cliquem na imagem para ver melhor o Zeferino de Oliveira

Já que estamos a falar de estátuas, reparem nesta história. Onde está esta escultura, que eu até gosto, estava o busto de Zeferino de Oliveira (1870-1920), um dos grandes benfeitores de Penafiel, concretamente na ajuda que ele prestou ao Hospital da Misericórdia e Santuário do Sameiro. Estava mas já não está.  Zeferino de Oliveira foi remetido para um canto. Se repararem bem, este natural de Croca, está no lado direito da foto. Lá em baixo ao fundo. Deram-lhe semelhante "biqueiro" que foi parar ali, como se de um traste velho  se tratasse. 
Os inteligentes desta terra, entenderam assim. Por isso vai tudo no mesmo sentido: falta de senso, cultura e gosto... 

quarta-feira, 6 de março de 2013

ANTÓNIO NOBRE...


Agora estou à espera que o busto do poeta António Nobre seja deslocalizado para a rua que tem o seu nome. A zona urbanizada de Penas, tem uma Rua António Nobre. Estão à espera de quê? 
Claro que não vão fazer isso porque o poeta do "Só", onde está, está muito bem e está menos só. Está melhor, como estava o padre Américo na Praça da República, ainda que um tanto escondido, verdade seja dita...

A ESTÁTUA DO PADRE AMÉRICO...



Há uns dias eu disse que iria falar da mudança da estátua do Padre Américo para o Largo da Misericórdia. Pois bem vamos a isso. 
Aquilo não está bem. Aquele não é o local mais apropriado para instalar aquela imagem Esteticamente perde alguma relevância. Se antes estava "escondido" no meio de um jardim, agora  está cercado de granito e há muito pouco que "puxe" o Padre Américo para cima. Depois ali já tem o chafariz e o quiosque, equipamentos mais que suficientes para um adro de igreja. Poder-se-à dizer que ali é que está bem, porque ali é o Largo Padre Américo. Tudo bem.  Por esse ponto de vista poderíamos estar todos de acordo. Mas nem assim. Porque ali nunca devia ser o Largo Padre Américo. Para ali sempre houve duas soluções, a saber. Aquele largo ou se chamava da Misericórdia como é conhecido, ou então Largo Padre Amaro Moreira que foi quem custeou a construção da Igreja da Misericórdia. Se não fosse este padre natural da freguesia de São Vicente de Ermelo, concelho de Mondim de Basto, não tínhamos aquela tão bela referência penafidelense. Eu não sou muito católico, nem de missas, mas gosto muita desta Igreja. 
Então para onde iria a estátua do Padre Américo? É uma boa pergunta. Eu não sei, nem tenho que saber. Quem manda nesta terra é que devia saber . Mas a minha opinião, é que, quando se construiu o Hospital Padre Américo, deviam ter ido buscar a estátua  do nosso homem à Praça da República e colocá-la onde está uma outra à entrada do dito hospital com o seu nome. Estava o problema resolvido. Não se pensou e neste momento a estátua do Padre Américo saiu de um local rodeado de um jardim, para um local rodeado de pedra, embora as pombas disfarcem um pouco, para melhor, este cenário.
Ou será que isto foi tudo um pretexto para se colocar mais uma placa inaugurativa com o nome do Sr. presidente da Câmara? Quero crer que não. Mas a minha opinião é que foi uma má solução. Onde está, o Padre Américo perde brilho. Devia ter uma envolvência ajardinada que o destacasse...

terça-feira, 5 de março de 2013

A MORTE SAIU À RUA - Hugo Chavez


Fascistas de todo o mundo uni-vos. Já podeis rir. Ó pró americanos de esgoto, gargalhem pela morte de Chavez. Para mim é um final de dia triste. Eu gostava deste homem. Bateu o pé ao assassino, ao criminoso Bush. Só por isso dou-lhe uma medalha de ouro. Esta é merecida...

domingo, 3 de março de 2013

RODRIGO LEITÃO...


A pessoa da foto chama-se Rodrigo Leitão. Tem 90 anos. É natural de S. Martinho de Recesinhos. Tem uma vasta obra poética, concretamente sonetos. É agricultor tendo como grande paixão as flores. Tem 600 qualidades de camélias. Já fez dezenas e dezenas de exposições com estas flores, alcançando vários prémios, levando assim o nome de Penafiel a todo o país. Entretanto, a Câmara Municipal ignora este poeta, floricultor, agricultor, genealogista e possuidor de uma cultura que tomaram muitos doutores ter. Hoje é dia 3 de Março, Rodrigo Leitão não vai ser condecorado. Outros valores se "alevantam"...

sábado, 2 de março de 2013

O CONDECORADO...


Este senhor chama-se Alfredo de Sousa e escreve de 15 em 15 dias no jornal "O Penafidelense". Vai ser condecorado pela Câmara Municipal no dia em que Penafiel faz anos.  Há muita gente que não o conhece. Então, em pinceladas simples e rápidas eu vou pintar-lhe o retrato sem obedecer a qualquer ordem cronológica.
Eu poderia colar-lhe o rótulo de intelectual, uma vez que ele é o preferido pelo poder local para fazer apresentações de livros na biblioteca. É um homem de cultura, verdade se diga. 
Para começar não gosto dos seus textos. Frases muito longas, não faz o meu género. E os temas abordados são temas de carácter geral, que toda a gente escreve e lê em qualquer periódico.  Este homem que como disse é uma pessoa de cultura, nos seus escritos nunca abordou o tema da falta de uma sala de espectáculos em Penafiel.  Em 2009 durante uma sessão política do PS na sala dos Rotários, em que interveio Sousa Pinto candidato à Câmara por esta força política, ele perguntou ao candidato se, caso fosse eleito, o Prémio de Poesia Daniel Faria, continuaria a realizar-se. Agora que sabemos que este prémio já foi, ele nunca perguntou a Alberto Santos o que era feito de tal concurso poético. Nunca ousou questionar a Câmara Municipal o que é que aconteceu à Bienal de Pintura de Penafiel, também interrompida há quatro ou cinco anos. Ignorou de todo que Penafiel tem uma relíquia cultural na Rua Direita chamada Recreatório a clamar uma atenção pela parte do poder. Este homem, nos seus artigos de opinião, nunca escreveu uma linha sobre a regeneração urbana que está a destruir algumas páginas de história e cultura de Penafiel.    
Estou errado. Já falou de Penafiel sim senhor. Mas foi para chamar pacóvios aos bairristas de Penafiel. Na política foi candidato pelo PSD, (ele que sempre se movimentou na área do PS) à Câmara de Vinhais e perdeu. Alfredo de Sousa teve a lata de dizer no seio de um  pequeno grupo de pessoas, onde eu me incluía, que tinha perdido as eleições por uma diferença de 7 votos. "ainda estive para mandar fazer uma recontagem dos votos" disse ele. Depois fui ver os resultados e ele perdeu por uma diferença de cerca de 30 por cento.
Eu ouvi dizer que a Câmara  Municipal de Penafiel andava em palpos de aranha à procura do seu currículo, para lhe atribuir a medalha. O seu currículo aqui está para que não haja dúvidas.
Este senhor, o Dr. Alfredo de Sousa, nunca mexeu uma caneta em prol de Penafiel. Se calhar a isso não era obrigado, por ser natural de Vila Nova de Gaia. Agora se merece a homenagem de que vai ser alvo no dia 3 de Março, o executivo camarário acha que sim. Lá terá as suas razões...

sexta-feira, 1 de março de 2013

ARTE DA BOA EM PENAFIEL...

Junto à Igreja da Misericórdia, está à vista de olhos do mais distraído um belo trabalho em bronze, que vale ouro. Está muito bom. Retrata o centro histórico da cidade quase ao pormenor. Consegui  situar a casa onde nasci e morei na Travessa dos Fornos. Não sei quem foi o artista. Mas que está ali uma bela obra de arte, está sim senhor. Parabéns. É destas manifestações culturais que eu gosto e que me fazem sentir bem em Penafiel...



Clicar nas imagens para ampliar

O CARTAZ...


Este cartaz da JS está muito bom. É que o trânsito lento na cidade não é só por causa das obras. O trânsito lento tem que ver com o atrofiamento das ruas, resultado de uma regeneração de todo incompreensível. O PS aqui está de parabéns. Não sei se tem o dedo de André Ferreira...